A vez dos heróis negros

Viva a diversidade. Estamos em uma época importante para os heróis negros, assim como para as mulheres e os gays. Depois de “Star Wars” (Guerras nas Estrelas) apresentar um homem afrodescendente (John Boyega, o Finn) e uma mulher (Daisy Ridley, a Rey) como os protagonistas de seu sétimo episódio (“O Despertar da Força”), outros filmes e séries farão o mesmo em breve, confira:

24 Horas – A FOX divulgou que um homem afro-americano e um mulher serão os protagonistas de “24: Legacy”, nova série ambientada no universo de Jack Bauer. O ator Corey Hawkins (do filme “Straight Outta Compton”) será um dos heróis do spin-off, que deve estrear no fim de 2016 ou inicio de 2017 nos EUA. A volta dos agentes da UCT (CTU) promete novos personagens e a mesma adrenalina de sempre, com 24 episódios em tempo real.

Luke Cage – Este ano o Netflix vai aprofundar seu universo Marvel. “Demolidor” ganha uma segunda temporada, com a participação de Elektra (uma personagem feminina muito forte) e do Justiceiro. E ocorrerá ainda a estreia da série “Luke Cage” (provavelmente em novembro), estrelada por um dos principais heróis negros da editora, um personagem forte e cativante, que já tinha aparecido no seriado “Jessica Jones”, vivido por Mike Colter, que merecia estrelar sua própria atração e voltará a dar as caras em “Defensores”, também no Netflix.

Pantera Negra – No universo cinematográfico da Marvel já existem três heróis afrodescendentes: Máquina de Combate (Terrence Howard/Don Cheadle), Nick Fury (Samuel L. Jackson) e Falcão (Anthony Mackie); mas nenhum deles era protagonista. Isto mudará em “Pantera Negra”, filme previsto para estrear em 2018, focado no herói africano T’Challa (Chadwick Boseman), que dará seu ar da graça já em “Capitão América: Guerra Civil”, neste ano. Promete!

Ciborgue – Para 2020 está previsto um filme centrado em Victor Stone, o Cyborg, principal herói negro da DC Comics, membro de equipes como “Jovens Titãs” e “Liga da Justiça” nos quadrinho e nos desenhos animados. Antes disto pode pintar uma série live-action com o “Super Choque” (Virgil Ovid Hawkins / Static Shock), personagem secundário da DC que já teve um desenho animado de sucesso.

Vixen – Uma heroína negra pioneira no universo criado pela editora DC ganhou ano passado uma animação na WEB com seu nome e, agora, deixará o universo digital para aparecer no seriado live-action “Arrow” em 2016, trata-se de Mari McCabe, a Vixen, que é interpretada por Megalyn Echikunwoke, que já tinha dublado a personagem no desenho animado online.

Matéria original de 26 de janeiro de 2016.

Previous Article
Next Article

Sobre o autor

David Denis Lobão

Categorias

www.000webhost.com