E acabou 2019. Encerrando a retrospectiva do Cultureba temos filmes que saíram nos cinemas brasileiros em 2019, desta forma fica de fora filmes que só chegaram aqui por streaming, sem lançamento comercial nas salas nacionais, e longas que só darão as caras em 2020, como “Frozen 2” aus der icloud herunterladen. Tentei pegar filmes representando os mais variados estilos / gêneros e com importâncias variadas.

1 – Coringa
O filme do Batman que focou na mitologia do seu maior inimigo landschaftsbilder kostenlos herunterladen. Será este Coringa o real Coringa? Isso é o de menos, o que importa é a mensagem de abandono dos governantes, da saúde pública, do amor ao próximo e do respeito ao ser humano Download music for ringtone.

2 – Parasita
Como analisar as batalhas sociais atuais? A relação entre ricos e pobres em um texto e direção alinhados do cineasta Bong Joon-ho da Coréia do Sul, que conquistou a Palma de Ouro e foi indicado ao SAG e ao Globo de Ouro overleaf datei herunterladen.

3 – Bacurau
Filme que deu um respiro ao cinema de gênero no Brasil e nos brindou com a criação de um novo personagem ícone para os filmes brasileiros: Lunga, vivido por Silvero Pereira, eleito um dos homens do ano da revista GQ pushtan download.

4 – Nós
Depois do sucesso de “Corra” o cineasta Jordan Peele vem com mais um longa que utiliza o cinema de terror para criar uma analise sobre a segregação racial Download video from facebook. Destaque para a boa atuação de Lupita Nyong’o em dose dupla.

5 – Vingadores: Ultimato
Depois de onze anos chega ao fim a saga do infinito anwb route downloaden. O quarto longa do grupo de heróis da Marvel apresenta uma trama que homenageia todo o MCU, o universo cinematográfico da Marvel, com direito a sessões em salas normalmente dedicadas a filmes de arte (Reserva Cultural) e quebra de recorde mundial de bilheteria herunterladen.

6 – Star Wars: A Ascensão Skywalker
“Guerra nas Estrelas” foi outra saga que chegou ao fim, concluindo a história da família Skywalker em um episódio nove recheado de emoção que dividiu a critica e os fãs download radio austria app.

7 – Capitã Marvel
A Marvel já teve séries com protagonistas femininas (“Jessica Jones” e “Agente Carter”) e um longa coestrelado por uma heroína (“Homem-Formiga e a Vespa”), mas pela primeira vez apresenta um filme solo com “Capitã Marvel”, que ultrapassou a barreira do um bilhão de dólares e se tornou a maior bilheteria de um longa de super-heroína Download Albanian music for free.

8 – Vidro
E, em uma era de universos compartilhados, o diretor M. Night Shyamalan apresentou o seu, trabalhando em uma análise do que é ser herói e vilão em um mundo realista. Um mergulho psicológico com um grande elenco.

9 – Hebe: A Estrela do Brasil
Um longa que pouca gente viu e perdeu a bela adaptação da história da maior apresentadora que o país já teve, brilhantemente vivida por Andréa Beltrão. Tomara que agora seja redescoberto em formato de série na Globo Play.

10 – Turma da Mônica: Laços
Depois de diversos desenhos nos cinemas, a turminha criada por Mauricio de Sousa chegou em carne e osso as telas e foi aos poucos crescendo sua bilheteria e garantindo uma continuação. Pena os coadjuvantes terem pouco espaço, que venha filmes com Denise e Xaveco.

11 – Dois Papas
Fernando Meirelles é um ícone vivo, mas o destaque de “Dois Papas” é seu excelente roteiro, que mergulha em um tema espinhoso. Os protagonistas (Anthony Hopkins como Papa Bento XVI e Jonathan Pryce como Papa Francisco) são maravilhosos.

12 – Atentado ao Hotel Taj Mahal
O longa passou em um circuito reduzidos de cinemas, mas valia muito o ingresso. Baseado em uma história real, é um suspense emocionante e necessário. E é sempre bom ver Dev Patel em cena.